Agraciados com Medalha e Diploma de Honra ao Mérito Dr. Luiz César Pannain nas Especialidades de Estomatologia e Patologia Oral - 2018
notícias >> notícias sobep

Agraciados com Medalha e Diploma de Honra ao Mérito Dr. Luiz César Pannain nas Especialidades de Estomatologia e Patologia Oral - 2018

Criado em 1960 e realizado anualmente desde então, a premiação da Medalha e Diploma de Honra ao Mérito Profissional "Dr. Luiz César Pannain" é uma tradicional láurea científica do Brasil, de grande reconhecimento na Odontologia nacional.  A escolha dos candidatos é feita mediante análise curricular e indicação de um colegiado de entidades odontológicas brasileiras, que se reúne anualmente no Sindicato de Odontologistas do Estado de São Paulo (SOESP).  A solenidade de entrega acontece nos meses de outubro na Câmara Municipal da Cidade de São Paulo. 

Desde 2008 a SOBEP é a responsável pela indicação dos profissionais das áreas de Estomatologia e Patologia Oral para receberem o prêmio Pannain. 

Veja neste link  os agraciados desde o ano de 1975.  Em 2002 a Estomatologia e a Patologia Oral passaram a ser reconhecidas como especialidades distintas pelo Conselho Federal de Odontologia tendo cada especialidade indicado um representante para receber a homenagem.

No ano de 2018 o Dr. André Caroli Rocha e Dr. Jean Nunes dos Santos serão agraciados nas especialidades de Estomatologia e Patologia Oral, respectivamente.

2018 - PATOLOGIA ORAL
DR. JEAN NUNES DOS SANTOS
 
Possui graduação em Odontologia (1993) e mestrado em Patologia Oral (1996) pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e doutorado em Patologia Bucal pela Universidade de São Paulo (2000).
 
É especialista em Patologia Bucal desde 2003 e bolsista produtividade em pesquisa 1D (CNPq). Atualmente, é professor Titular e responsável pelo Laboratório de Anatomia Patológica da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia e coordenador do Programa de Pós-graduação Odontologia e Saúde (mestrado e doutorado) dessa Universidade.
 
Na docência atua tanto na graduação (patologia geral e patologia bucal) como pós-graduação lato senso e estrito senso. Atua no desenvolvimento de pesquisas com ênfase em patologia bucomaxilofacial e estomatologia, utilizando-se como ferramentas a histopatologia, a imuno-histoquímica e mais recentemente a biologia molecular.
 
Orienta alunos de iniciação científica (PIBIC/CNPQ e FAPESB) e alunos de mestrado e doutorado. Exerce também atividades de extensão no laboratório de Patologia Cirúrgica da Faculdade de Odontologia da UFBA e atuou como membro do Conselho Acadêmico de Pesquisa e Extensão e do Conselho Superior de Pesquisa e Extensão da UFBA. Participou como membro titular do comitê avaliador da CAPES na área de Odontologia nas duas últimas trienais (2010 e 2013) e última quadrienal (2017).
 
Tem experiência em patologia bucal, atuando como anatomopatologista, imuno-histoquímica e biologia molecular.
 
 
 
2018 - ESTOMATOLOGIA
DR. ANDRÉ CAROLI ROCHA 
 

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Alfenas (1994), especialização em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial e em Pacientes com Necessidades Especiais pelo Hospital das Clínicas da FMUSP (1997), mestrado em Patologia Bucal pela FOUSP-SP (2000) e doutorado em Diagnóstico Bucal pela FOUSP-SP (2008).

Desde 1998, é assistente do Serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial do Hospital das Clínicas da FMUSP, onde iniciou e coordena o Ambulatório de Estomatologia. Em 2003, ingressou no Hospital Regional Sul, onde trabalha como plantonista em pronto-socorro e nas cirurgias das doenças do complexo maxilomandibular.

Em 2005, foi admitido como cirurgião bucomaxilofacial na equipe de Estomatologia do Hospital A.C.Camargo, onde se dedica especialmente ao tratamento das necroses ósseas associadas ao tratamento oncológico e a reabilitações complexas de pacientes oncológicos. Desde 2013, é coordenador do EPAC (Simpósio Internacional de Estomatologia e Patologia Cirúrgica dos Maxilares).

Atualmente, mantém vínculo nas três instituições, nas quais desenvolve atividades de ensino e pesquisa, com os residentes, e de assistência. Trabalha também em consultório nas áreas de cirurgia e estomatologia. Seu foco principal de atuação é no diagnóstico e tratamento das lesões ósseas dos maxilares, com ênfase no tratamento conservador e na reabilitação dos pacientes. Suas atividades de pesquisa são exercidas com grupos de profissionais brasileiros e estrangeiros.

 

 




A Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral (SOBEP) é uma entidade científica sem fins lucrativos,
que congrega cirurgiões-dentistas que se dedicam à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças da boca.