47° CONGRESSO BRASILEIRO DE ESTOMATOLOGIA E PATOLOGIA ORAL - Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral
>> congressos

47° CONGRESSO BRASILEIRO DE ESTOMATOLOGIA E PATOLOGIA ORAL


 

SEMINÁRIO DE IMAGENS


Cada caso será inicialmente apresentado por um professor convidado (Discutidor) que recebeu o caso e que terá 10 minutos. A seguir, será discutido pelo convidado que enviou o caso (responsável pelo caso) durante 10 minutos. Ao final teremos 5 minutos para interação com a plateia.

Dia: 13/07 (quarta-feira)

Horário: 15:00 às 17:00

Coordenação
Maria Inês Meurer
Universidade Federal de Santa Catarina - (PTL - UFSC)
Coordenação
Rejane Faria Ribeiro-Rotta
Universidade Federal de Goiás – UFG

CASO 1


Paciente: Sexo masculino, 3 anos e 11 meses de idade, acompanhado pelos genitores. Queixa principal: ”Cresceu esse caroço no queixo do meu filho”. História da doença atual: Encaminhado de serviço externo para avaliação de aumento de volume indolor em região submandibular direita, com evolução de um mês. História médica pregressa: alergia a látex e à associação de sulfametoxazol e trimetropim.

História familiar: n.d.n. Exames complementares: Hematológicos: Hb= 11,8; Ht= 38,3 %; Plaq= 385 mil;  TP= 117 %  (RNI= 0,98 ); Gli= 85; Ur= 24;  Cr= 0,4; ECG: Ritmo sinusal; FC: 89bpm; Radiografia de tórax: Normal



 

Discutidor
(Recebeu o caso)

João de Jesus Viana Pinheiro
Universidade Federal do Pará - UFPA
Responsável pelo Caso
(Enviou o caso)

Viviane Almeida Sarmento
Universidade Federal da Bahia - UFBA

CASO 2


Paciente: Sexo feminino, 12 anos de idade. Queixa Principal: “Aumento de volume na minha boca”. História da doença atual: Aumento progressivo de volume, Evolução de ±11 meses, Sintomatologia dolorosa espontânea discreta, Antibioticoterapia por 7 dias, sem alteração do quadro. História médica pregressa: investigação genética familiar para a doença de Fabry: negativa para a paciente.

História familiar: Mãe e Avô materno - Doença de Fabry. Exame físico: ExtraOral: Aumento de volume endurecido em corpo mandibular direito, sem alteração da cor da pele. IntraOral: Discreto aumento de volume em fundo de vestíbulo na região de 44 a 46. Exames complementares: Radiografia panorâmica e radiografia oclusal.


 

Discutidor
(Recebeu o caso)

Priscila Fernanda da Silveira Tiecher
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
Responsável pelo Caso
(Enviou o caso)

Elismauro Francisco de Mendonça
Universidade Federal de Goiás - UFG

CASO 3


Paciente: Gênero masculino, 39 anos de idade. Queixa Principal: “ Presença de nódulo pequeno (1 cm), assintomático, na gengiva ”. História da doença atual: Paciente encaminhado por CD para ambulatório de especialização de Cirurgia para avaliação da necessidade de biópsia; Nódulo na região entre canino e primeiro pré-molar esquerdo; Assintomático encaminhado por CD; Evolução de aproximadamente um mês.

História médica pregressa: câncer em testículo há aproximadamente 10 anos curado. História familiar: n.d.n Exame físico: ExtraOral: n.d.n; IntraOral: Nódulo firme à palpação; Limites mal definidos; Ausência de mobilidade dentária. Exames complementares: Radiografia panorâmica e periapicais encaminhadas pelo CD e tomografia solicitada após biópsia.


 

Discutidor
(Recebeu o caso)

Márcio Yara Buscatti
Universidade Paulista - UNIP
Responsável pelo Caso
(Enviou o caso)

Marcia Rejane Brücker
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS

CASO 4


Paciente: sexo masculino, 87 anos, trabalhador rural. Queixa Principal: “Crescimento na boca, do lado esquerdo, que incomoda”. História da doença atual: Identificado pelo paciente há aproximadamente 1 semana; Dor local intermitente; História de extrações dentárias na região, sem saber precisar exatamente o tempo das exodontias. História médica pregressa: Hipertenso; Implante de marca-passo há um mês; Hipoparatireoidismo; Doença de Chagas e Glaucoma prévios; Medicações em uso: AAS, Losartana, Carvedilol, Puran, Malealto de Timolol.

História familiar: n.d.n. Exame físico: ExtraOral: n.d.n. IntraOral: lesão única, nodular em rebordo mandibular esquerdo; levemente avermelhada / arroxeada, com telangiectasias; séssil, ± 3 cm no maior diâmetro; endurecida. Exames complementares: Rx panorâmica, Tomografia computadorizada feixe cônico; Exame anatomopatológico de biópsia incisional. Hábitos: Não tabagista / Não etilista.


 

Discutidor
(Recebeu o caso)

Mayara Barbosa Viandelli Mundim
Centro Universitário de Anápolis - UniEvangélica
Responsável pelo Caso
(Enviou o caso)

João César Guimarães Henriques
Universidade Federal de Uberlândia - UFU

Realização:




Apoio:



 




A Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral (SOBEP) é uma entidade científica sem fins lucrativos,
que congrega cirurgiões-dentistas que se dedicam à prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças da boca.